18 de jun de 2016

Um manequim para chamar de meu!

Diz a história que o primeiro manequim de costura foi criado por Alexis Lavigne, inventor e alfaiate particular da imperatriz Eugenia,esposa de Napoleão III. A imperatriz Eugenia não gostava nem um pouco da prova de roupas, por isso Lavigne criou um manequim com as medidas da alteza para não incomoda-lá mais. Foi também este alfaiate que criou a fita métrica e mais tarde fundou a Esmod, primeira escola de moda, hoje com fama mundial.

Alexis Lavigne
O manequim de costura é uma peça muito importante para um atelier, pois permite  conferirmos o "caimento" das peças, montar looks e fazer moulagens ( modelagem feita direto em um manequim). 
Há no mercado uma infinidade de manequins de costura. Você pode comprar com uma numeração especifica, pode mandar fazer um especialmente com suas medidas ou comprar um regulável, que alcança até três numerações. 

Claro que todas essas opções custam um investimento considerável, que não está em meus planos no momento. Mas nem por isso desisti! Continuei querendo um manequim para chamar de meu! E de depois de ver vários tutoriais consegui montar um e gostei muito do resultado.Vejam: 

Primeiro passo foi comprar em um topa tudo um manequim de busto ( esse usado em lojas para exposição das roupas). 



Depois forrei o mesmo com manta acrílica. Usei cola quente para fixa a manta ao manequim. Essa etapa não é difícil, mas é preciso ser ágil, pois a cola quente em contato com o plástico seca rápido. Talvez um outro tipo de cola seja mais fácil de trabalhar. Coloquei um bojo no seios para dar uma "turbinada" 


Feito isso, revesti com uma camiseta de malha esticando bem para moldar o novo contorno que a manta e o bojo deram.




Depois disso abri um um buraco no fundo do manequim no diâmetro do cabideiro onde ia fixa-lo. no pescoço tbm precisei fazer um furo para prender no cabideiro e evitar que ficasse se movendo.   Esqueci de tirar a foto desta etapa, porém aconselho a fazer o furo antes, medir a altura desejada  pra depois forrar o manequim. Não fazendo assim, acabei danificando um pouco a cobertura.   

Tenho 1,70 m de altura. Deixei o manequim uns 4cm mais alto. Nos modelos industriais a altura é regulável, mas deixei de uma forma que achei confortável pra mexer nos ombros e verificar o caimento das peças. 


     
E ele já ficou bom desta forma. Porém achei que o acabamento poderia ficar melhor. Então tirei as medidas e fiz uma base em algodão cru. Para que ficasse bem justa ao corpo imitando o acabamento industrial, após costurar os ombros e laterais da peça fui moldando ele ao corpo, como se fosse uma moulage, fazendo pences onde encontrava sobras de tecido.

Os Ombros deram muito trabalho, achei difícil molda-los, fui fazendo pences até consegui que ficasse bem justo. Acho que se tivesse serrado um pouco o ombro pra deixa-lo mais reto teria tido menos trabalho neste ponto e a aparência ficaria melhor. 
Após consegui deixar ele bem esticadinho, coloquei velcro no fechamento no meio costas. Dessa forma fica fácil para fechar e posso tirar pra lavar quando for necessário. 


Agora já estava pronto e eu só precisava pintar o pé do manequim e conseguir um acabamento para a cabeça. 
Depois de muito procurar uma solução achei uma tampa velha exatamente do diametro do pescoço e um acabamento de encosto de cadeira que caíram como uma luva! preguei um ao outro com preguinho, lixei e pintei com spray preto. Pintei o pé de cabideiro e costurei as sobras de tecido em baixo da base para um bom acabamento.





E Voialà! um manequim pra chamar de meu!  




E tudo isso feito com algumas horas de trabalho e o gasto de R$15,00, que foi o preço que paguei no manequim lá no topa tudo, por que o restante do material: manta acrílica, cola quente, bojo, algodão cru, cabideiro e tinta  eu já tinha em casa.

O resultado me agradou muito e servirá muito bem até eu conseguir comprar um regulável que é o meu sonho! 



11 comentários:

  1. Juh. O resultado ficou fantástico. Amei vê-lo pronto já que tive o privilégio de acompanhar antecipadamente alguns momentos do processo de confeccção. Eu, que sou adepta do "faça você mesma, reaproveitando o máximo do que já tem" não poderia ter ficado mais entusiasmada. Você brilhou, minha querida. Torço para que o seu manequim regulável chegue logo, mas desejo muito que este seja preservado como uma conquista advinda da sua paixão pela moda e desejo de vencer com seus próprios méritos. PARABÉNS!!!!

    ResponderExcluir
  2. Foi trabalhoso mas valeu a pena. O manequim ficou ótimo!
    Parabéns!!

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Maravilha menina !!vou copiar. Abraços costureirísticos..♡♡♡♡

    ResponderExcluir
  4. Parabéns sou costureira e farei o meu valeu! Bjs

    ResponderExcluir
  5. Ficou show. Vou copiar a idéia. Parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Muito legal :)
    A tua ideia da tampa foi fantástica :)

    ResponderExcluir
  7. Eu amei o PAP. Estava procurando como forrar o manequim para que fosse possível alfinetar, e o seu post foi o único que mostrou exatamente esse processo. Parabéns pelo post e sucesso.

    ResponderExcluir